Homem de 35 anos morre em troca de tiros com a polícia após tentar fugir

Um homem de 35 anos morreu durante uma troca de tiros com a polícia após tentar fugir de uma abordagem, segundo informações da Polícia Militar. O caso aconteceu na região sul de Palmas e o suspeito foi identificado como Jaimeson Alves da Rocha, que tinha mandado de prisão em aberto e diversas passagens pela polícia. De acordo com o 1º sargento Wanderley da Silva Junior, da Rotam, a equipe policial estava em patrulha quando avistaram o homem agindo de forma suspeita e ele tentou fugir ao perceber a presença da viatura, indo em direção a uma oficina mecânica. Os policiais o seguiram e ao fazer a abordagem, o suspeito atirou contra eles, que revidaram a agressão. O sargento destacou que o suspeito tinha antecedentes criminais e um mandado de prisão em aberto. Equipes da Polícia Militar e da 1ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa estão no local para investigar o caso. A Polícia Científica e o Instituto Médico Legal também foram acionados para as devidas providências.

junho 18, 2024 - 16:28
 0
Homem de 35 anos morre em troca de tiros com a polícia após tentar fugir

Um homem de 35 anos morreu durante uma troca de tiros com a polícia após tentar fugir de uma abordagem, segundo informações da Polícia Militar. O caso aconteceu na região sul de Palmas e o suspeito foi identificado como Jaimeson Alves da Rocha, que tinha mandado de prisão em aberto e diversas passagens pela polícia.

De acordo com o 1º sargento Wanderley da Silva Junior, da Rotam, a equipe policial estava em patrulha quando avistaram o homem agindo de forma suspeita e ele tentou fugir ao perceber a presença da viatura, indo em direção a uma oficina mecânica. Os policiais o seguiram e ao fazer a abordagem, o suspeito atirou contra eles, que revidaram a agressão. O sargento destacou que o suspeito tinha antecedentes criminais e um mandado de prisão em aberto.

Equipes da Polícia Militar e da 1ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa estão no local para investigar o caso. A Polícia Científica e o Instituto Médico Legal também foram acionados para as devidas providências.